sábado, 20 de agosto de 2011

Sociedade atual:alienação e passividade

  Vivo em uma juventude com ideologias bem diferentes das gerações passadas.Talvez porque nos últimos 20 anos não tivemos grandes movimentos revolucionários como nas décadas de 70 e 80 pelo país.A passividade e a alienação dessa geração me impressiona.As pessoas acreditam em tudo que veem na TV sem nenhum senso crítico.Além do mais, poucos jovens gostam de estudar hoje,muito influenciados por Hollywood, que passa uma imagem negativa dos estudiosos.
  
  Os ensinamentos capitalistas já começam na escola onde os professores dizem que devemos trabalhar para ganhar dinheiro e comprar o que queremos,quando o discurso correto seria que trabalhassemos para contribuir com a sociedade. Que é o tradicional, ''Ser alguém da vida''. Será que isso é ser alguém? Não seria um 'Ser mais alguém', sem diferença dos outros. Pensando igual, pensando nada longe.Pensando de modo errado, colocando a religião antes da razão.

  As pessoas preferem saber quem matou a Norma na novela do que ler um bom livro.A época das eleições é o tempo mais fácil de se perceber a alienação da população.Quando uma pessoa vota em candidatos como Jair Bolsonaro,Tiririca e Fernando Collor fica clara a falta de informação dessa pessoa.

  O uso de "roupas de marca" é uma coisa antiga,mas que se intensificou muito na sociedade atual.As pessoas acham que é onda pagar para divulgar uma marca.Os capitalistas conseguiram enganar as pessoas colocando na mente delas que a moda é pagar para dar lucro a uma empresa..Não somos mais marcados pelo que somos,mas sim pelo que temos.Hoje você é o que você tem.

  O único modo de acabar com toda essa alienação e passividade seria através de um movimento revolucionário liderado por pessoas não alienadas.Toda essa forma de viver em volta do capitalismo deve acabar.Eu Lucas Rodrigues defendo um socialismo diferente dos já implantados,com algumas reformas,sendo mais democrático.

  Essa é a vida em torno do capital; Capitalismo! Por isso cabe a nós, juventude e os que já passaram da idade, mudar o nosso país! Idenpendete de por meios democráticos, como o voto, ou por meio de uma revolução. Hoje em dia o grande, talvez maior, problema do Brasil em dias atuais é o brasileiro. Não generalizo, até explico... O brasileiro acomodado! Esse é o pior de todos os brasileiros. Depois vem o conservador... Gente, conservadorismo é burrice! Não há como evoluir conservando! E ainda há aqueles que se desviam de seus objetivos. Bom, estou falando especialmente de um Partido político, PT, começou sendo o representante das classes mais baixas. Hoje em dia, defende mízeros aumentos no salário mínimo, um Bolsa-família fraco e imprudente, o latifúndio...

  O nome do blog se dá em função disto! Proponho, aqui, uma revolução, visando um Estado que use a razão, e tal coisa se chegará por meio da juventude. Cabe a nós lutar. Lutar não pela evolução do país mas, lutar pela consciência do povo brasileiro, pela informação do mesmo, e pela qualidade vida também! Estaremos, pois, lutando contra a relação hierárquica nessa desigualdade social, a qual a juventude, e os ativistas, exercem um brilhante, e gigantesco trabalho! Acredito pois, numa sociedade de direitos iguais a todos, sejam Homossexuais, negros, asiáticos, ou até nazistas! Acredito, pois, numa sociedade que preze a liberdade, a ética e a razão. Defendo o socialismo libertário!

 Por: Lucas Rodriguês e Uriel Dias.
 

  
  

6 comentários:

  1. Nada diferente dos bons tempos do cristianismo lá pelos primeiros séculos, a juventude pobre criticando e invejando a juventude rica.

    Socialismo libertário de Fidel?

    O capitalismo nunca vai desaparecer, só precisa ser humanizado.

    ResponderExcluir
  2. Não, Jairo, o meu Socialismo libertário, o único que deixo me representar é o meu grande Plínio de Arruda Sampaio!

    E o capitalismo nunca será humanizado, se continuar girando em torno, e em prol, do dinheiro.

    O dinheiro desumaniza as pessoas.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Muito pelo contrário, o dinheiro é neutro por excelência e quanto à sua humanização - POIS TODAS AS COISAS BOAS DO MUNDO SÃO FEITAS GRAÇAS AO DINHEIRO - é questão apenas de educação.

    Precisamos de uma boa educação para o uso do dinheiro, só isso e nada de frescuras de socialismos que já fracassaram sob todas as formas.

    ResponderExcluir
  5. Graças ao dinheiro houve o trabalho escravo;
    Graças ao dinheiro houveram guerras;
    Graças ao dinheiro pessoas morrem de fome;
    Graças ao dinheiro existe o desperdício;

    Qual coisa boa o dinheiro trouxe? Vai, defenda sua teoria.

    ResponderExcluir
  6. Progresso, ciência, saúde, educação, liberdade, democracia, capitalismo (só os pobres preguiçosos reclamam), etc., etc,,...

    ResponderExcluir